Aterros Sanitários

Alternativas para Destinação de Resíduos

Muitas cidades brasileiras, sobretudo aquelas que apresentam processos acelerados de urbanização, sofrem graves impactos ambientais provocados pela inadequada gestão dos resíduos de construção civil, desde sua geração e manejo até a disposição final.

Alem disso a indústria da construção civil tem buscado na reciclagem de resíduos de construção e demolição uma forma de atenuar o impacto ambiental e buscar uma fonte alternativa de matéria-prima.

Com objetivo de presentar alternativas acessíveis aos clientes, a HMS possui soluções próprias pra a destinação de re as para destinação final dos resíduos. Para todos os resíduos coletados, é emitido o certificado de destinação final CDF, importante para a comprovação junto a órgão ambiental. 

HMS DESTINAÇÃO DE RESÍDUOS

HMS tem suas próprias alternativas para o tratamento e disposição final dos diferentes tipos de resíduos:

  • Aterros sanitários;
  • Tratamento de resíduos perigosos;
  • Compostagem;
  • Reciclagem de resíduos eletrônicos;
  • Usina de reciclagem "Resíduos de Construção Civil" RCC;
  • HMS gestão de resíduos.

ESPAÇOS OTIMIZADOS PARA DESTINAÇÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS

Os aterros sanitários dispostos pela HMS são espaços destinados para a deposição final de resíduos sólidos gerados pela atividades provenientes de indústrias, comércios, construções civis. 

Os aterros da HMS seguem os princípios da engenharia ambiental para confinar resíduos sólidos na menor área possível e reduzí-los ao menor volume possível, cobrindo-os com uma camadas de terra alternadas de lixo e terra que evita mau cheiro e a proliferação de animais, impermeabilizado e possuem acesso restrito.

HMS tem controlada a quantidade de lixo e seleciona o tipo de resíduos antes de serem depositados. Alem disso os aterros são localizados em áreas adequadas para evitar, mau cheiro em regiões habitadas e a possibilidade de contaminação do solo e das águas subterrâneas.

ATERROS COM ENGENHEIRIA AMBIENTAL APLICADA

HMS tem controlada a quantidade de lixo e seleciona o tipo de resíduos antes de serem depositados. Alem disso os aterros são localizados em áreas adequadas para evitar, mau cheiro em regiões habitadas e a possibilidade de contaminação do solo e das águas subterrâneas.

Com a implantação das normas que regulam atualmente os aterros sanitários:

  • Controle de infiltração de líquidos;
  • Sistemas de drenagem;
  • Controle de gases liberados, e.t.c...

Os materiais que podem ser reciclados não vão para o aterro. A empresa HMS realiza a coleta seletiva do lixo, ou seja, a separação dos diferentes componentes do lixo.

HMS Classificação de Resíduos

RESÍDUOS CLASSE A

Resíduos reutilizáveis ou recicláveis como agregados, tais como os oriundos de: Pavimentação e de outras obras de infraestrutura, inclusive solos provenientes de terraplanagem.

 

RESÍDUOS CLASSE B

São os resíduos recicláveis para outras destinações, tais como: plásticos, papelão, metais, vidros, madeiras e outros.

RESÍDUOS CLASSE C

São os resíduos  para os quais não foram desenvolvidas tecnologias ou aplicações economicamente viáveis que permitam a sua reciclagem/recuperação.

RESÍDUOS CLASSE D

São os resíduos perigosos oriundos do processo de construção, tais como: tintas, solventes, óleos, amianto e outros.