Gerenciamento de Resíduos

A HMS é uma empresa de gerenciamento de resíduos sólidos. Conta com a experiência de vários anos prestando serviços de transporte, coleta tratamento e disposição final de resíduos sólidos para empresas publicas e privadas, industrias e comércios em geral, shopping centers, condomínios e demais segmentos. Possui frota e  infraestrutura própria, adequada e moderna, capaz de satisfazer as diferentes necessidades de cada cliente.

Contamos com uma equipe de profissionais capacitados e treinados, além de possuirmos excelentes sistemas de apoio logístico e de rastreamento, garantindo a segurança de todo o processo desde a geração até o destino final do resíduo.

HMS SERVIÇOS FORNECIDOS

  • Gerenciamento de resíduos: armazenagem, coleta, transporte e destinação final de resíduos;
    • Classe I (perigosos);
    • Classe II (não inertes);
    • Classe IIB (inertes);
  • Compra de materiais recicláveis (sucata metálica, sucata eletronica, papel, plástico, entre outros);
  • Locações de caminhões;
  • Transporte e destinação final de resíduos da construção civil;
  • Coleta pública e privada de resíduos de resíduos domiciliares urbanos;

GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS

A HMS trabalha para garantir a qualidade e eficácia dos serviços de gerenciamento de resíduos sólidos. Desde o início do processo a empresa mantém os padrões estabelecidos pelas diversas organizações de controle dentre elas a ABNT - Associação Brasileira de Normas Técnicas, garantia da qualidade dos serviços prestados pela HMS para seus clientes.

Um dos diferenciais ofertados pela HMS no gerenciamento de resíduos sólidos é o processo de tratamento de resíduos. De acordo com a classificação de resíduos, fica estabelecido o tipo de procedimento a ser utilizado: triagem, compostagem, co-processamento, incineração ou aterro sanitario.

Todo o processo de gerenciamento e gestão de resíduos sólidos fornecidos pela HMS são baseados em regulamentações e normas específicas, garantindo que os processos de armazenamento, coleta e transporte sejam apropriados para os diferentes tipos de resíduos. Para os padrões operacionais e de logística a HMS conta com monitoramento constante (rastreamento via Satellite) que envolvem a circulação ou o transporte de resíduos.

 ARMAZENAGEM

  • NBR 98;
  • NBR 1183;
  • NBR 1264;

NBR 98; NBR 1183; NBR 1264;

COLETA

  • NBR 12980;
  • MTR (Manifesto de Transporte de Resíduos);

H.M.S gerenciamento de resíduos locação de caçambas e caminhões Drawing (46)

TRANSPORTE

  • MTR;
  • NBR 13463;
  • NBR 13221;
  • Rastreamento via satellite (Link Monitoramento Ltda);

 

H.M.S gerenciamento de resíduos locação de caçambas e caminhões Drawing (41)

TRATAMENTO

  • Triagem;
  • Compostagem;
  • Reciclagem;
  • Co-processamento;
  • Incineração;

 

Drawing (75)

DESTINAÇÃO FINAL

  • Aterro sanitario;
  • Aterro industrial;
  • Fiscalização;
  • Monitoramento;

Drawing (73)

EMISSÃO DE CERTIFICADOS

  • Relatório ao órgão ambiental;
  • Atendimento à licença de operação;
  • Certificado de destino final (CDF)

Drawing (74)

HMS Classificação de Resíduos Sólidos

HMS no seu processo de gerenciamento de resíduos utiliza as normas NBR. A NBR 10004:2004 classifica os resíduos sólidos quanto aos seus riscos potenciais ao meio ambiente e à saúde pública, para que possam ser gerenciados adequadamente.

RESÍDUOS CLASSE I – PERIGOSOS

Aqueles que em função de suas propriedades físicas, químicas ou infecto-contagiosas podem apresentar risco à saúde pública ou ao meio ambiente; ou que apresentam uma das seguintes características: inflamabilidade, corrosividade, reatividade, toxicidade e/ou patogenicidade; ou aqueles que constam nos anexos A ou B da referida norma.

RESÍDUOS CLASSE II – NÃO PERIGOSOS

Resíduos Classe II A – Não Inertes

Aqueles que não se enquadram na classificação de Resíduos Classe I – Perigosos ou de Resíduos Classe II B – Inertes. Podem ter propriedades como biodegradabilidade, combustibilidade ou solubilidade em água.

RESÍDUOS CLASSE II B – INERTES

São aqueles que não se solubilizam ou que não têm nenhum de seus componentes solubilizados em concentrações superiores aos padrões de potabilidade de água, quando submetidos a um teste padrão de solubilização, conforme a NBR 10006 – Solubilização de Resíduos.